PTF | Gases Industriais | Gases Especiais | Ar Comprimido
PT | EN

Ar Comprimido

 

O Ar Comprimido é uma das formas de energia mais comum em qualquer setor industrial e deve ser produzido e tratado de modo a corresponder ás exigências dos diversos setores a que se destina.


A norma que define a concentração de impurezas e classes de qualidade do ar comprimido é a ISO 8573-1:2001. Definindo estes parâmetros da seguinte forma:

 

Classe Impurezas Sólidas (nº máx. de partículas por m3)
com uma dimensão máx. em µm
Humidade
(Ponto de Orvalho)
°C (ppmv) a 7 barg
Teor Máximo de Óleo
mg/m3
≤ 0,1 0,1 < d ≤ 0,5 0,5 < d ≤ 1,0 1,0 < d ≤ 5,0
0 Conforme especificação do utilizador    
1 A/R 100 1 0 ≤ - 70 (0,3) ≤ 0,01
2 A/R 100 000 1 000 10 ≤ - 40 (16) ≤ 0,1
3 A/R A/R 10 000 500 ≤ - 20 (128) ≤ 1
4 A/R A/R A/R 1 000 ≤ + 3 (940) ≤ 5
5 A/R A/R A/R 20 000 ≤ + 7 (1 240) ≤ 25
6 -- -- -- -- ≤ + 10 (1 500)  

 

De acordo com esta norma, o ar comprimido destinado aos diversos setores de atividade deve cumprir com os seguintes requisitos, utilizando para tal os seguintes equipamentos:

 


Apesar de todo o avanço tecnológico que os compressores de ar sofreram até aos dias de hoje, o ar comprimido contínua a ser uma forma de energia cara, pelo que se deve tentar recuperar alguma parte do custo desta energia através de soluções de aproveitamento de calor originado durante a compressão do ar, utilizar soluções de maior eficiência no controlo dos compressores e eliminar eventuais fugas através da rede de distribuição.

 
MARCAS REPRESENTADAS
  • Oxymat
  • BOGE
  • WITT
  • LNI Schmidlin
  • GasTech
  • Cryo Diffusion
  • Vulkan
  • Aircom
  • Rinnert